Paulo Breviglieri, diretor senior de desenvolvimento de negócios Qualcomm falou sobre UMTS. Falou que vários notebooks já vem com 3G embarcado. É uma tendência na Europa. No Brasil pode ser que os USB 3G tenham mais força, pois poderão até ser usados em desktops.

Citou o caso de um concurso para criar um celular 3G barato. O vencedor foi o LG KU250. Além deste celular, existem os celulares white label, que são os que não tem uma marca muito famosa, e com isto conseguem vender com grandes funcionalidades mas com custo básico. Um exemplo citado é o V710 e o outro é o Skypephone que tem uma tecla especial que permite que você ligue para os seus amigos com simplicidade. Falou também da iniciativa do Google, o Open Handset Alliance, mais conhecido como Android. Falou também de uma iniciativa para melhorar a qualidade dos visores atuais de LCD. Usaram a idéia das asas de borboleta que mesmo no escuro ou no claro tem a mesma luminosidade. O nome é Mirasol. É uma tecnologia IMOD. Estão testando alguns protótipos. Tem várias vantagens como ter duas ou três vezes reflexidade que o LCD, ser mais rápida, consumir 50% menos de energia.

André Varga, gerente de produto da Samsumg, falou do 3G e suas segmentações. Citou que existem três nichos de mercados de aparelhos: imagem, música e smartphone.

Em música, as tendências são o uso de streaming, mais download, mais memória indo para 4GB até 80GB, melhorar a navegação na web, mob-blog, backup virtual, bluetooth de até 4 headphones simultâneos, saída áudio P2 3,5 e RCA.

Em música, as tendências são mob-blog, câmeras de 10 MP, mais memória, lentes ópticas, Flash, GPS com fotos, editor de imagens e saída de vídeo.

Em Smartphone, as terndências são e-mail móvel, internet simples, processadores mais avançados, memória, touchscreen, widgets, GPS, WiFi, WiMax, RCE e design aprimorados.

Além disto, citou a tendência do uso de USB dongle que é a banda larga móvel via USB.

O Roger Funari, gerente de produto D-LINK, fez uma palestra mais introdutória falando das vantagens da banda larga USB combinada com redes. Resumindo, poder usar internet no campo, em momentos críticos como desastres e até para medicina.