Mais uma cobertura de evento, agora da oitava edição do Rio Wireless. O foco deste ano foi no 3G e tocou em temas como leilão de banda, oportunidades deste mecardo e vários assuntos relacionados. Foram dois dias de palestras com vários profissionais.
Veja como foi a cobertura das palestras e embaixo acompanhe como foi a abertura do evento.

Cobertura dia 1

Cobertura dia 2

Abertura do evento
Cerimônia de abertura foi feita por Márcia Peres, diretora do Iplan Rio que falou da importância de eventos como este para o mercado e para o Rio de Janeiro. Falou que só de chegar a oitava edição já é um marco a ser comemorado.

Paulo Coelho, representando tanto o PRODERJ como o conselho ABEP, falou de diversas iniciativas do governo do estado para criar cidades digitais como a Piraí Digital e falou que a experiência foi reproduzida em oito novas cidades. Falou também que todas as inscrições de alunos nas escolas públicas já são confirmadas 100% pela internet e que em breve a confirmação será por torpedo (móbile gov). Como ABEP, citou também de iniciativas em todo o Brasil de integrar internet as cidades do interior.

Alexandre Cardoso não pode vir e mandou um substituto que se desculpou e disse que não podia dar a visão política tal qual Alexandre daria, mas falou que tentaria representá-lo nas idéias. Falou que vivemos um momento de profunda transformação e que a união de todos possibilitaria grandes transformações na sociedade.

Heliomar Lima que é do ministério das comunicações falou sobre iniciativas do governo. Falou do leilão 3g que aconteceu em dezembro que várias operadoras participaram e adquiriam banda. Falou também de experiências no Brasil como o WiMAX em Pernambuco.

Nelson Takanagi da Anatel ficou preso no trânsito e não consegui chegar ao evento e não foi substituído.