Fernando Faria, analista sênior da América Latina da Pyramid Research.

Na Filipinas, eles têm receitas altas de Serviços de Valor Agregado (VAS), porém não chega a ser de serviço inovador já que é de SMS. Ele falou da tendência mundial banda larga móvel, que mesmo que chegando tardiamente ao Brasil, tem perspectiva de crescimento.

É estimado para que até o fim de 2008, se espera 470 milhões de acesso de banda larga móvel e na América Latina serão 18 milhões. Será a primeira forma de acesso banda larga no mundo. Chegará a 20% do acesso de banda larga na América Latina até 2012.

Alguns exemplos de países referência na área móbile, como a já citada Filipinas, a Coréia é super avançada em conexão on line por celular e uso de SMS sendo que foi obrigada a limitar a 3.000 SMS por mês por usuário devido a larga utilização do serviço. O Uruguai é muito barata em telefonia celular, pois existe canabalização das receitas das operadoras.

TV móvel é sucesso na Ásia, mas eles perdem dinheiro, pois a TV é gratuita e citou o caso que as pessoas usam seus aparelhos GPS do carro para usar como Móbile TV enquanto não estão perdidos.

Social media terá um boom com o móbile. Citou o Facebook com o Canadá em primeiro, Noruega em segundo e Reino Unido em terceiro, mas no mundo o Facebook está em segundo com 12% contra o MySpace com 29%.

A grande tendência deve ser a adoção de banda larga móvel com os dongles (USB Modem).

Algumas projeções são para o mercado são: o crescimento da receita 3G ultrapassando a de fixa ainda em 2008. Outra previsão para 2009 é a banda larga móvel ultrapassará a banda larga fixa. Brasil e México deverão ser os com maior crescimento na América Latina em receita. BRIC terão muito crescimento.