A popularização da banda larga está proporcionando a consolidação dos videos na web. O YouTube é prova disto. Capa inclusive da Info. Mas o mercado parece ver isto como uma nova corrida ao ouro. Todos os principais players de internet já lançaram seus sites de vídeo. O Google, Yahoo, IG, Globo.com brigam pela preferencia, mas o YouTube largou na frente.

A movimentação é clara no mercado. A MTV comprou a ATOM, dona do iFilm e Neopets. O Google fechou parceria com a MTV para exibir clips e vídeo como Bob Esponja calça quadrada. A parceria com a Fox Interactive Media para conteúdo do MySpace e o mercado de videogames – IGN.

A contrapartida é que ainda não existe fórmula de lucro com a exibição de vídeos. O YouTube opera no vermelho, pois o custo de banda é muito alto. O mercado de vídeo será lucrativo é claro. Mas da maneira que está sendo feito, ainda não é o modelo atual. O Google tenta incluir um monte de links em sua home de vídeo diferente do padrão de suas outras buscas. Ele inclusive mudou a home do www.google.com e incluiu o link para a parte de vídeos.

O Google pode fazer isto pois tem dinheiro para perder por um bom tempo, mas nem todo mundo tem, por isso muito cuidado com projetos de vídeo na web. Você corre o risco de embarcar em uma novidade chamada bubble video.