Não entendo isto. Como pode sair numa revista como a Época um anúncio incentivando a prática de spam político. Saiu na edição 430 de 14 de agosto de 2006.
O anúncio garante o envio de 30.000 e-mails + 30.000 torpedos para o estado do político. Eles ainda dão 15% de desconto mais 60.000 e-mails, totalizando o envio de 90.000 spams.

O texto ainda vem assim: “Não é spam. Mensagens com teor de utilidade pública e interesse do eleitor”. Você, eleitor, falou que estava interessando em receber e-mails e torpedos?

O que me deixa triste é que muita gente que não entende vai comprar este pacotão e aumentar nossa caixa de e-mails de lixo e ainda atentar contra nossos celulares. Você se imagina em casa com a família no horário eleitoral e como cidadão, você tem o direito de desligar a TV ou assistir outra coisa. Mas um espertalhão decide que você quer receber um torpedo no seu celular. Como você encara isto?

Se você receber um e-mail de algum político spammer, saiba que você tem como reclamar. Não esqueça de avisar ao amigos. Chega de político sem ética.