web


Uma matéria da Folha Online relata que um estudo da OneStat afirma que a resolução mais utilizada é a de 1.024 por 768 pixels com 56%, ou seja a maioria. Em segundo vem 1.280×1.024 pixels com 15%.

Quanto a clássica de 800×600, ela caiu para 12%. Mas não se deixe enganar pelos números. Nem todo mundo que usa grandes resoluções, utiliza seu browser maximizado. Outro serviço semelhante é o da W3counter. Ele tem dados próximos do estudo, mas deve ser levado em consideração que o resultado da pesquisa depende de países pesquisados. O Brasil por exemplo, nem aparece nos resultados.

Com um pequeno passo, o Google começa a usar o orkut como propaganda dos seus serviços. Será o início da publicidade na ferramenta social mais famosa? A publicidade que aparece é um pequeno banner do joga.com. Já havia anunciado a publicidade do firefox com o joga.com para a copa do mundo. O mercado espera ansioso pela possibilidade de colocar seus anúncios no orkut. Imagine anunciar em uma mídia que o público fica grande parte do dia.

Foram inúmeras as vezes que vi a mesma cena: um conhecido feliz da vida por que está com o site da empresa pronto. Um ano depois o site está fora. Os motivos são vários, desde empresas que quebram no seu primeiro ano de vida, até o esquecimento da renovação do domínio, mas o que mais me impressiona são os que desistem porque o site “não vingou”. (more…)

Fiquei impressionado com a ferramenta do Microsoft adCenter Labs. O ter 71% masculino, mas a www.apple.com com 85% do seu público feminino? 

Bom, o grande campeão é o Google. Segundo o DP, 100% do público é feminino e a grande maioria se concentra na faixa de 25 a 34 anos. Claro que a ferramenta é apenas para ter uma idéia, mas este disparate tira a credibilidade do serviço.

Ele funciona também com palavras-chave. Testei algumas e também tive resultados interessantes. Vale como iniciativa, boa idéia e promessa.

 

Achei esta imagem bem engraçada e resolvi fazer uma tradução livre do original.

Gráfico de Dificuldade do Tableless

  1. praguejar.
  2. tempo gasto fazendo um o site W3C compatível. 
  3. tempo gasto tentando fazer o bastardo funcionar no Internet ‘F’ Explorer.
  4. tempo gasto desejando uma lenta, e dolorosa morte a Bill Gates e praguejar mais.
  5. tempo gasto procurando pelo caracter de espaço extra no javascript que o Firefox está “dando trabalho”. (Difícil a expressão)!
  6. tempo gasto desenhando alguma coisa.
  7. tempo gasto tentando fazer o layout funcionar somente com css antes de desistir e usar tabelas.

Claro que ela deve ser levada nas devidas proporções. A caminho para navegadores os alcançarem os padrões é longo e ainda tem muitas as pedras no caminho, mas com a pressão da comunidade já alcançamos muitas vitórias.

O pão está quente ainda. Acaba de ser lançado o navegador até divertir. Outra novidade é o suporte a BitTorrent. Se antes já baixavam, agora então…

Outras novidades são content blocking e o tab preview. Ou seja, download obrigatório para quem trabalha com web.

Quem navega com Firefox deve ter percebido uma bola de futebol na página de busca incial com um link para a mozilla divulgando o joga.com com a frase “Não perca nenhum gol“. A base do joga.com é o orkut. É legal ver o seu Firefox com um skin futebolístico tendo temas de todos os 32 times, mas não é só isso. Você ainda acompanha os jogos, resultados direto do navegador. Além disto, tem vídeos (precisa ter flash) e é compatível com Windows, Linux e Mac. O Mais engraçado é a explicação do que é joga para o mundo.

A cada dia surgem mais parcerias entre empresas de internet e do “mundo real” e como sempre quem ganha é o usuário. Claro que a copa do mundo é um evento que mexe com as paixões das pessoas e é mais fácil tornar a ação viral. O Yahoo tem o seu famoso bolão repetido nesta copa. Várias empresas interessadas na parceria pagam cotas e participam também do sonho da copa. Nas transmissões é impossível não perceber as placas com publicidade do Yahoo. O bom disto é que a internet já passou a bolha e temos certeza do seu valor. O ruim é que os aproveitadores voltam com força total.

« Previous PageNext Page »