Hoje aconteceu o BarCamp. pela primeira vez o evento aconteceu no Rio de Janeiro e esta edição foi na PUC. Na hora marcada tinha pouquíssima gente, pois evento no Rio, domingo de manhã, acho que só a praia mesmo. Cheguei com pontualidade britânica e encontrei o Cris Dias. Batemos um papo e pegamos o kit de boas vindas que incluía uma camisa (preta ou branca), um guia do Rio e alguns folhetos. Logo depois chegou o Interney que veio direto da ponte-aérea. Aproveitei este início para bater um papo com a Fabiana Neves, com o Marco Gomes, o Mario do Jornalistas da Web, com o Marmota e mais uma galera. Depois de uma boa demora para começar finalmente fomos chamados para entrar na sala.

No início, aconteceu uma apresentação do Nick Elis sobre como funciona o BarCamp. Foram explicadas regras parecidas com o do Clube da Luta. Foram mostradas as logos dos eventos que aconteceram no mundo todo e fotos de edições passadas. Foi explicado também o funcionamento do painel e como sugerir eventos. No final das apresentação, o Fugita (finalmente encontrei depois de tantos desencontros) Marco Gomes e o Fabio Seixas anunciaram o Start-up Camp que acontecerá em São Paulo.

Assim que foi terminada esta apresentação, as pessoas foram para o painel marcar seus eventos. A primeira apresentação foi do de conhecer pessoalmente gente que só conhecemos por e-mail ou messenger.

Durante os bate-papos, Ian do Enloucrescendo, conheci o Noel do blog =), o pessoal do UnderGoogle, o Bruno e o Nando (que tinha) que são gente finíssima. Foi muito bom o papo com o Nando, uma pena que quando fui à Curitiba acabei me desencontrando dele.

Tiveram alguns assuntos marcados para discussão que eram bem engraçados como “blogar para pegar mulher” ou “hadouken – game camp”. A segunda palestra foi sobre orkut, com a Patrícia. O assunto tinha tudo para ser chato, mas as discussões geradas transformaram o assunto em várias conotações diferentes. Isto mostra que o modelo de desconferência tem tudo para dar certo, pois a palestra é construida pelos participantes. Teve também uma apresentação sobre “nova x velha” mídia e o assunto ficou acalorado, mas não passou de uma boa conversa citando novas alternativas como a do Radio Head e eu citei a da propaganda do Nissan no Heroes.

O que não gostei no evento é que como era domingo e não tem quase nada aberto próximo a PUC tivemos que ir até o Shopping da Gávea para comer algo. No almoço, voltei a conversar com o Nando, com o Wagner, o Rafael Perret e mais um monte de gente.

Na volta do almoço, também teve a apresentação do Interney e do Inagaki sobre o Interney blogs. Para quem já sabia do assunto não teve muita novidade. Achei legal eles comentarem que os blogs também devem se profissionalizar nos procedimentos, como construir um media kit. O Edney também falou outra coisa interessante que é a neurose que algumas pessoas estão tendo com reviews. Acham que tudo é jabá. Valeu depois um post dele sobre o assunto. O assunto extendeu…

Eu tive que sair cedo do evento, mas assim que encontrar links com outras coberturas e tiver atualizado o vídeo, atualizo o post.

Update: novas coberturas do BarCamp.