Archive for March 12th, 2008

O Alex Pinheiro da Gol Mobile falou apenas sobre como o mercado de telefonia evoluiu. Seu tom informal de mais fica sem graça. Falou na cifra de 58,7 brilhões do mercado e que exitem 120 milhões de linhas de celular. Ele falou de portabilidade que será um desafio para o mercado de celular. Contou que resolver focar em classe C, D e teve sucesso.

Fraca no geral.

Desta participam Alexandre Fugita, Claudio Roca da blogTV Inc o Cardosão, Edney, o Fabio Seixas, Renato Shirakashi da Via6.com.

E o Wagner é o moderador e com um powerpoint miguxo com template de hello kit e começa alertando que as agências tem que sair do pedestal e que tem ver entender quando os blogs falam bem e falam mal tem que ser levado em conta. Claro que surgem todos os dias milhares de blog, e em sua maioria ruins, mas se um a cada dia for bom, no fim teremos pelo menos 360 novos blogs bons. Falou que as agências estão pensam que grandes blogs podem ser usados como seeding, ponto de partida para viralizações. Nem sempre funciona.
Falou também que a blogosfera é um rebanho e que tem comportamento de manada.
O Edney falou que a blogosfera tem várias outras microblogosferas dentro dela com seus nichos específicos. Surgiu uma pergunta de como encontrar os blog que são interessantes para determinado anunciante e o Edney citou que tem o BlogBlogs e o Google BlogSearch.
Neste momento uma pessoa secretamente pergunta se pode de
Cardoso falou que pequenos sites com poucos links conseguem aumentar muitas posições rapidamente. O Inagaki falou sobre um a vantagem de ter uma rede é que a estrutura pode ser mais complexa. O Cardoso falou que o meio bit já é uma empresa hoje em dia com área comercial. O Claudio falou que empresas não são mais amadores. O Wagner deu exemplos de ações com blogs como o blog do Pimentel e o blog do ursinho da Fiat. O Edney lembrou de ações como o Fake Steve Jobs que é claramente fictício são boas, mas não se deve tentar enganar o usuário. Ele continuam falando que hotsites são temporários e relacionamentos são a longo prazo. O Inagaki disse que participou de um projeto de blog temporário que a empresa fechou em um mês e ele considerou errado, pois as pessoas ficaram carentes sobre o assunto.
O Renato falou que comprou um post pago com 10 blogs grandes gastando 2.000 reais apenas. Ele citou também o SEO que poderia ser gerado por estes posts, mas ao mesmo tempo citou o nofollow para evitar o link pago. O Fabio citou que comprou post pago na França e teve uma certa confusão por não ter deixado claro que os posts deviam ter disclaimer. O Cardoso citou que só trabalha com disclaimer e que é fácil notar posts pagos. É só procurar no Google quantos posts repetidos. O Edney falou que as agências tem que conversar com os blogueiros e bolar coisas novas. Tem que ser inovador.

Começa a palestra com um vídeo do McDonald´s e então o simpático Dean Barrett fala sobre os assuntos como SEO, blogs, social media e começa um sentimento de que ele entende.
Ele continua falando que o desafio é aprender a velocidade com o que o consumidor está mudando. Fala que o McDonald´s está mais forte do que nunca enquanto a economia mundial está fraca.
A estratégia é aumentar o tempo de visita do cliente. Melhorar o relacionamento. Ele tenta conectar os clientes com os produtos e restaurantes. Eles tem mais de 31 mil restaurantes que podem ser pontos de contato e publicidade. Eles estão experimento muito do marketing digital.
Fala da estratégia McClic tem os conceitos de mensuração e comunicação.
Eles tem foco em crianças já eles é que atraem a familia para o restaurante, e jovens trabalhadores.
Um caso citado foi do McDonalds japão que usaram mobile marketing e tiveram 8 milhões de inscritos em SMS. O caso Brasil é que os usuários podem pedir seus lanches em delivery pela web. Fala que é uma chance incrível de CRM. Citou também o acesso a internet nos restaurantes do Brasil. Nos EUA e Europa eles oferecem acesso Wi-Fi.
Ele fala que a internet é um grande canal para ouvir. Citou que no Reino Unido eles tem um lounge que é um site que os funcionários podem trocar idéias e conversar sobre os mais diferentes assuntos.
Citou um case da Austrália em que as pessoa tinham a chance de dar um nome a um hamburger do McDonalds por um site. Eles usaram também as embalagens dos produtos para convidar pessoas no mundo todo para participar de um casting via web site e tiveram diversas pessoas mandando fotos para participar da campanha. Eles fizeram também uma campanha online de vídeos musicais tal como um American Idol que ganhou visibilidade na BBC, CNN e na mída em geral. Mostrou também um banco imobiliário online do McDonald´s em que se podia ganhar prêmios online. Citou o McLanche Feliz como forma de distribuir brindes tecnológicos. Falou de sites usando Shrek, Tirando onda e vários desenhos diferente. Eles oferecem produtos também para download e para ter atividades off line.
Outro case foi com Madagascar que os brinquedos do McLanche Feliz tinham um código que abria opções online.